Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Eventos > Planejamento recebe prêmio da CGU por incentivar transparência

Planejamento recebe prêmio da CGU por incentivar transparência

por publicado: 08/12/2013 21h00 última modificação: 24/07/2015 16h10

Programa da SPI/MP é um dos três mais bem avaliados da Administração Pública nesta categoria

O Ministério do Planejamento, por meio do programa Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais (Inde), foi um dos premiados no Concurso de Boas Práticas, promovido pela Controladoria Geral da União – CGU, para estimular ações que promovam melhorias na transparência e no controle interno dos órgãos e entidades da Administração Pública Federal. A Inde é uma infraestrutura de âmbito nacional que permite o armazenamento, acesso, compartilhamento,disseminação e uso dos dados geoespaciais de origem federal, estadual, distrital e municipal. Pode ser acessado facilmente com qualquer navegador de internet.


Foto:
Francisca Maranhão/Divulgação

A premiação foi recebida hoje pela titular da Secretaria de Planejamento e Investimentos Estratégicos (SPI/MP), Esther Bemerguy, que define assim a importância do prêmio: "É uma iniciativa que valoriza a utilização da Inde como instrumento de transparência para o governo. O mais importante é que a Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais pode aumentar a transparência do gasto dos empreendimentos que estão sendo feitos pelo governo no território. Todos os dados da ação governamental já estão divulgados na Inde”. 

O concurso da CGU premiou as três melhores práticas em duas categorias: “Aprimoramento dos controles internos administrativos”; e “Promoção da transparência", na qual a Inde foi uma das vencendoras. As outras duas, nesta segunda categoria, foram o Cartão de Pagamento de Defesa Civil, do Ministério da Integração Nacional; e o Sistema de Acompanhamento de Contratos de Repasse, do Ministério do Turismo.

Todos os premiados participaram hoje da cerimônia realizada no Auditório da Universidade dos Correios, durante as comemorações do Dia Internacional contra a Corrupção.Ao todo, foram inscritos 47 projetos de 17 ministérios inscritos. Os projetos apresentados passaram por cinco etapas inscrição, pré-avaliação, avaliação in loco, julgamento e premiação.