Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Administração Pública > Divulgado o nome da nova diretora do Ibict

Divulgado o nome da nova diretora do Ibict

por publicado: 07/11/2013 21h00 última modificação: 30/07/2015 17h51

Doutora em ciências da informação, Cecília Leite Oliveira foi nomeada diretora do Instituto Brasileiro de Informações em C&T

Brasília, 8/11/2013 - Publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (7), o nome da nova diretora do Instituto Brasileiro de Informações em Ciência e Tecnologia (Ibict), a doutora em ciências da informação Cecília Leite Oliveira. Ela já ocupava o cargo de diretora interina da instituição, onde atua desde 1999.

Em 2006, Cecília assumiu a coordenação geral de pesquisa e desenvolvimento de novos produtos (CGPD) do Ibict, cargo que ocupava até o momento em que assumiu a direção interinamente.

Para escolher o novo diretor, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) montou um comitê de especialistas que analisou o currículo dos candidatos. Esse sistema de seleção vem sendo praticado pela pasta para os cargos de direção de todas as unidades de pesquisa.

A análise, que dá origem a uma lista tríplice encaminhada ao ministro Marco Antonio Raupp, busca identificar nas comunidades científica, tecnológica e empresarial, nomes que se identifiquem com as diretrizes técnicas e político-administrativas estabelecidas para cada instituição.

O comitê de especialistas foi presidido pelo professor doutor Paulo Roberto Rio da Cunha, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Os outros membros eram os professores doutores Brasilina Passarelli, da Universidade de São Paulo (USP), José Palazzo Moreira de Oliveira, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFGRS), Lena Vânia Ribeiro Pinheiro, do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict), e Mariângela Spotti Lopes Fujita, da Universidade Estadual de São Paulo (Unesp).

Currículo

Possui graduação em Letras Licenciatura Plena pela Universidade de Brasília (1977), mestrado em Ciências da Informação pela Universidade de Brasília (1996) e doutorado em Ciências da Informação pela Universidade de Brasília (2003). Realizou Instância Formativa no Ministério da Educação, Cultura e Esporte da Espanha no Programa (Puntos de Información Cultural - P.I.C.).

Em 2002, na pesquisa de Doutorado desenvolveu uma metodologia de inclusão digital para a inclusão social (Escola Digital Integrada - EDI) foi o primeiro trabalho acadêmico da Universidade de Brasília (UnB) que se transformou na Lei 3275 do governo do Distrito Federal, tornando obrigatória a sua utilização no ensino público. Essa metodologia é reconhecida internacionalmente e premiada.

Pesquisadora da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Informação Tecnológica de carreira cedida ao Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) para atuar como Coordenadora Geral de Pesquisa e Desenvolvimento Novos Produtos (CGPD) do Instituto Brasileiro de Informações em Ciência e Tecnologia (Ibict).

Tem experiência na área de Ciência da Informação, do uso das novas tecnologias (TIC) para solução informacional nos diversos campos de atuação da Ciência da Informação, principalmente nos seguintes temas: ciência da informação, inclusão digital, gestão da informação, inclusão social, gestão do conhecimento e inovação.

Fontes: Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico