Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2019 > 08 > Executivos participam de capacitação sobre desafios dos setores estratégicos do governo

Notícias

Executivos participam de capacitação sobre desafios dos setores estratégicos do governo

GESTÃO

Na abertura do curso, secretário destaca boas práticas de governança pública e trabalho em rede entre órgãos
por publicado: 06/08/2019 19h23 última modificação: 06/08/2019 19h23

O secretário de Gestão do Ministério da Economia, Cristiano Heckert, defendeu a necessidade do trabalho colaborativo entre órgãos para o aumento da eficiência da máquina pública. Ao participar, na sexta-feira (2/8), da abertura do curso de capacitação para servidores estratégicos da Administração Pública Federal, ele afirmou que o país está em um contexto de contingenciamento que dá a oportunidade de aprender a fazer mais com menos. “É o momento de trabalharmos em rede para racionalizar processos e ganhar produtividade na administração pública”, destacou Heckert.

 O programa é realizado pela Secretária de Gestão do Ministério da Economia (Seges/ME), em parceria com a Escola Nacional de Administração Pública (Enap). O objetivo é discutir conteúdos voltados para o desenvolvimento de competências de assessorias ministeriais, chefias de gabinetes e subsecretários de Planejamento, Orçamento e Administração (Spoas).

Para o presidente da Enap, Diogo Costa, todas as inovações no setor público passam pelo trabalho dos Spoas. “Com esse curso, espero que consigamos avançar e fazer com que a sociedade se torne mais próspera e produtiva”, afirmou.

O secretário Cristiano Heckert também destacou a importância do trabalho dos Spoas para que seja realizado diagnóstico de dados estratégicos disponibilizados por meio dos painéis gerenciais desenvolvidos pelo ME. Em junho, a Seges lançou o painel Raio-X, solução tecnológica que apresenta uma fotografia dos dados estratégicos de cada órgão – gastos de custeio administrativo, imóveis, tecnologia da informação, digitalização de serviços, funções e cargos comissionados.

“A ferramenta tem como objetivo subsidiar os subsecretários, secretários executivos e ministros no dia a dia da gestão. Contamos com o trabalho dos Spoas para que seja feito um diagnóstico das informações disponibilizadas e, a partir dessas revisões, trabalharmos juntos”, completou Heckert.