Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2015 > Economia > Receita Federal deposita 6º lote de restituição do IR nesta segunda (17)

Receita Federal deposita 6º lote de restituição do IR nesta segunda (17)

por publicado: 16/11/2014 21h00 última modificação: 24/07/2015 15h33

Crédito bancário das restituições será no valor de R$ 2,4 bilhões. Pagamento contempla 2.146.926 contribuintes

A Receita Federal deposita, nesta segunda-feira (17), os pagamentos referentes ao sexto lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física 2014. O pagamento contempla 2.146.926 contribuintes. A consulta ao penúltimo lote foi liberada na última segunda-feira (10).

O crédito bancário totaliza o valor de R$ 2,4 bilhões. Desse total, R$ 84.723.702,42 referem-se aos contribuintes atendidos pelo Estatuto do Idoso e contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave.

Neste lote, foram incluídos contribuintes liberados da malha fina das declarações entre os anos 2008 e 2013. A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não resgatar o dinheiro no prazo, deverá fazer a requisição pela internet, por meio de formulário eletrônico (Pedido de Pagamento de Restituição), ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato de Processamento da DIRPF.

Caso o valor não tenha sido creditado, o contribuinte pode entrar em contato com qualquer agência do Banco do Brasil para relatar o problema ou ligar para a Central de Atendimento nos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) para agendar o crédito em conta corrente ou poupança em seu nome, em qualquer banco.

Este é o sexto e penúltimo lote de restituição. O depósito dos créditos do sétimo e último lote será feito no dia 17 de dezembro.

Consulta

O CPF dos beneficiados será disponibilizado na página da Receita na internet. A consulta também poderá ser feita pelo telefone 146 ou por meio de tablets e smartphones com os sistemas iOS  (Apple) ou Android.

Para corrigir divergências na declaração, a sugestão é que o contribuinte acesse o Centro Virtual de Atendimento da Receita e, assim, evite ficar retido na malha fina. Às vezes, a digitação de um número incorreto ou letras a mais em qualquer um dos dados constantes na declaração cria problemas para o contribuinte.

Todos os anos, a Receita libera sete lotes regulares de restituições. O primeiro em junho e o último em dezembro. Nos meses seguintes, à medida que as declarações em malha são corrigidas, são liberados lotes residuais.

Fonte: Portal Brasil com informações da Agência Brasil