Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2015 > Administração Pública > Ministério do Turismo é finalista em concurso da CGU

Ministério do Turismo é finalista em concurso da CGU

por publicado: 09/10/2013 21h00 última modificação: 30/07/2015 17h51

Pasta tem dois sistemas de controle e transparência pré-selecionados em competição da Controladoria-Geral da União

Brasília, 10/10/2013 - Dois sistemas de controladoria do Ministério do Turismo estão entre os finalistas do concurso de boas práticas da Controladoria Geral da União. O vencedor será anunciado em 18 de novembro.

O Sistema de Acompanhamento de Contratos de Repasse (Siacor), desenvolvido em 2011, permite a qualquer cidadão acompanhar os valores liberados pelo Ministério, assim como o percentual de execução e a situação de cada obra (atrasada, adiantada ou paralisada), com informações detalhadas por estado e município.

Além disso, o Siacor facilita a comunicação do MTur com os governos estaduais, municipais e órgãos de controle, como a Controladoria Geral da União e Tribunal de Contas da União. Com o sistema, o MTur executou 96% de suas emendas e zerou todos os restos a pagar no ano passado.

O outro escolhido é o Sistema de Controle de Demandas Externas, um cadastro inteligente que direciona eletronicamente os pedidos a áreas específicas do Ministério do Turismo e também monitora o prazo das demandas e emite avisos aos gestores.

A comissão organizadora do 1° Concurso de Boas Práticas da Controladoria-Geral da União já divulgou as 20 práticas selecionadas na segunda etapa do concurso, nas categorias de aprimoramento dos controles internos administrativos e de promoção de transparência da pasta.

Na próxima etapa será feita uma avaliação das práticas selecionadas em cada uma das duas categorias, com visita aos órgãos. Os trabalhos serão avaliados por critérios como aplicabilidade, criatividade e inovação, simplicidade e utilidade. O concurso é composto de cinco fases: inscrição, pré-avaliação, avaliação in loco, julgamento e premiação.

O Concurso recebeu, no período de dois meses, a inscrição de 47 trabalhos, sendo que a maioria (35) na categoria “Aprimoramento dos controles internos administrativos” e uma parcela menor (12) em “Promoção da Transparência”.

Fonte: Ministério do Turismo